Nessa postagem, ao tratarmos de informática e uso de tecnologias na educação, trouxemos um trecho do texto de Mattew Lynch professor da Virginia Union University sobre uso de tecnologias móveis em sala de aula como, smartphones, ipad, tablets e outros dispositivos. O autor discute a eficiência dessa prática na educação. De que forma a informática educativa, com uso de todos os tipos de tecnologias, realmente, podem melhorar os resultados de aprendizagem? Segundo o autor, Tablets e smartphones em sala de aula é algo novo e, por isso, não há um consenso claro sobre a sua utilidade. 

Como planejar uma aula para laboratório de informática educacional? Quais são as metodologias para elaboração do plano de aula informatica educativa, que podem ser aplicadas no ensino fundamental, educação infantil, alfabetização, projetos como mais educação, informática para idosos? Estas questões demonstram a importância da informatica na educação nos dias de hoje e que o seu papel na escola fundamental e básica é primordial para alcançar os objetivos, considerando as vantagens e desvantagens das tecnologias de informação e comunicação na sala de aula.


Selecionamos, no texto, algumas sugestões do Prof. Matthew de práticas pedagógicas para introdução dessas tecnologias na educação. Contudo, para ler o texto completo, clique aqui.

Computador
by Pixabay - KatarzynaTyl


Informática na educação, tecnologia móvel nas salas de aula: o que funciona?


Simplesmente usando a tecnologia móvel na sala de aula não garante um aumento na compreensão ou mesmo a atenção dos alunos. Então, quais os tipos de uso da tecnologia móvel fazem mais sentido para salas de aula?

• E-readers (E-Book) . Parte do problema com livros tradicionais é que eles são tão rapidamente ultrapassados, hoje há tantos assuntos a respeito e que informam melhores leitores de alcance. E-books eliminam esse problema e permitem atualizações em tempo real que são úteis para estudantes e professores imediatamente, e não o próximo ano escolar quando o novo livro é escolhido.

• Módulos móveis individuais . 

Dentro de aplicativos e jogos educativos há opções para logins individuais do estudante. Isso dá aos alunos a oportunidade de trabalhar em seu próprio ritmo, tendo tempo extra nas áreas em que eles mais precisam.

• Programas de mensagens instantâneas .

 Sites que permitem que os professores enviem trabalhos de casa ou teste perguntas para os alunos através de texto e, em seguida, pedir respostas, resultam em uma abordagem mais interativa para o aprendizado. A maioria dos programas que facilitam esta tecnologia permitem feedback em tempo real sobre as respostas, permitindo que os alunos aprendam com os erros e coloquem tudo no contexto no momento.  Pew Research descobriu que os adolescentes americanos enviam uma média de 60 mensagens de texto pordia , tornando esta uma forma eficaz de alcançar os estudantes em um meio que está perto de uso universal. O Projeto OneVille tem monitorado os professores e as suas experiências com mensagens de texto para alunos do ensino médio e descobriu que os alunos se tornam mais motivados para vir para a escolae para completar o trabalho no tempo quando eles têm acesso a mensagem enviadas por professores.

• aprendizagem na nuvem

Usando a tecnologia móvel que está ligado a nuvem significa que os alunos podem fazer a transição do trabalho em sala de aula para concluir em casa - ou em qualquer outro lugar - com facilidade, enquanto eles têm acesso a um telefone, tablet ou computador. Isso economiza tempo e melhora a capacidade de organização para os alunos.

A aprendizagem móvel pode e de fato fazer uma diferença positiva na forma como os alunos aprendem, sendo uma aliada na educação. Quando usada da maneira certa, a tecnologia móvel tem o potencial de ajudar os alunos a aprender mais.

Em um mundo ideal, cada estudante terá o seu próprio dispositivo móvel que sincroniza informações entre escola e casa, os alunos veriam ganhos significativos em seu desempenho acadêmico.  Salas de aula da vida real nunca são a imagem perfeita, no entanto, não é local para qualquer iniciativa de aprendizagem.

No entanto, sabemos que no Brasil as dificuldades para que alunos tenham acesso a esses dispositivos, praticamente, inviabilizam essa metodologia, mas no texto o professor Matthew aborda políticas públicas para disponibilizam desses equipamentos, confira.

Texto original
Autor Matthew Lynch - Dean, Escola Syphax da Educação, Psicologia e Estudos Interdisciplinares, Virginia Union University - Março de 2015

Fonte: Matthew Lynch, Dean, Virginia Union University - Licença Commons CC-BY-3.0
Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

.
Aproveite e veja outras publicações!
Confira as mais lidas na barra lateral.
Para enviar material clique em publique no menu superior.



Licenciado sob Creative Commons License Creative Commons Attribution 4.0 International License.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top