Uso da Macaúba na produção de biomassa e bioenergia.


Óleo vegetal é uma mercadoria-chave na economia global, especialmente para os mercados de alimentos e bioenergia. No entanto, as práticas de produção atuais, muitas vezes prejudicam a subsistência de pequenos agricultores, causam mudanças no uso do solo, e concorre para a produção de alimentos.
Estudo publicado em Biomass and Bioenergy concluiu que a palmeira Acrocomia aculeata (Macaíba, Macaúba ou Coco-espinho) neotropical está sendo promovida como uma fonte de matéria-prima sustentável para produção de biomassa, particularmente para bioenergia, mas pouco se sabe sobre os seus aspectos ecológicos.
O trabalho tem por base uma literatura e banco de dados de pesquisa abrangente de ocorrências registradas de A. aculeatana América Latina, que computou uma modelagem de nicho ecológico para determinar a área de distribuição potencial da palma com base em variáveis ​​climáticas e de solo.
Considerou-se a cobertura atual do solo e previu cenários futuros de mudanças climáticas para discutir o potencial cultivo de A. aculeata dentro de sua área de distribuição possível.
Os resultados revelaram um grande potencial para cultivar a Macaúba na América Latina sob condições ambientais abióticas atuais. As duas regiões de distribuição núcleo identificados foram
(1) América Central, incluindo o Caribe, norte da Colômbia e Venezuela, e
(2) sul do Brasil e leste do Paraguai.



Foi encontrada uma proporção considerável de áreas de cultivo altamente adequadas para serem utilizadas para a produção agrícola. Segundo o texto apesar de alto potencial de cultivo desta palmeira, uma implantação sustentável de A. aculeata requer uma abordagem com precauções, baseadas em evidências contribuindo para o desenvolvimento sustentável em combinação com o uso dos recursos naturais em busca da sustentabilidade ambiental.



Fonte:Biomass and Bioenergy
Imagem: By Jose Reynaldo da Fonseca - Own work, CC BY 2.5, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=2507131
https://goo.gl/i9vXBY

Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

.
Aproveite e veja outras publicações!
Confira as mais lidas na barra lateral.
Para enviar material clique em publique no menu superior.



Licenciado sob Creative Commons License Creative Commons Attribution 4.0 International License.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top