Por que recursos florestais tornam-se menos disponíveis? Uma comparação pan-tropical dos condutores da degradação da floresta de recursos

Segundo o estudo os recursos naturais referentes aos produtos florestais constituem uma importante fonte de renda e bem-estar para as comunidades de pequenos produtores rurais em todo os trópicos. Embora os recursos florestais tropicais freqüentemente tornam-se sobre-explorados, poucos estudos abordam explicitamente a dinâmica de degradação em resposta aos índices socioeconómicos.

O estudo aborda esta lacuna através da análise dos fatores que impulsionam mudanças em recursos disponíveis na floresta tropical na percepção das comunidades de pequenos produtores rurais. Usando o conjunto de dados global, pobreza e ambiente de rede, estudou-se as tendências recentemente percebidas na disponibilidade do produto florestal, considerando lenha, carvão, madeira, alimentos, medicamentos, forragem e outros produtos florestais.
Olhando para uma amostra pan-tropical de 233 aldeias com acesso à floresta. Os resultados mostram que 90% das aldeias experimentaram diminuição da disponibilidade dos recursos florestais ao longo dos últimos cinco anos de acordo com as informações encontradas. Madeira e lenha, juntamente com alimentos da floresta foram apresentados como os que sofreram maiores impactos, embora com diferenças marcantes em todos os continentes.



Parque Municipal
Foto by RGS - Curitiba

Leia também:
É eficaz o manejo e gestão do solo nos países em desenvolvimento?


Em contraste, a disponibilidade de pelo menos em um produto florestal foi percebido um aumento em apenas 39% das aldeias. Além disso, o crescente uso local dos recursos florestais é visto como o principal culpado pela queda. Em aldeias com tanto crescente uso dos recursos florestais e imigração vividamente ilustrando as pressões demográficas foi observada degradação mais acentuada dos recursos florestais. Por outro lado, aldeias com pouco ou nenhum crescimento da população e uma diminuição do uso dos recursos florestais foram mais propensas a ver aumentos significativos de recursos na floresta. Além disso, as aldeias são menos sensíveis a perceberem declínios de recursos quando as comunidades locais possuem uma parte significativa da área florestal. Nossos resultados sugerem, portanto, que os declínios de recursos percebidos têm apenas adaptações excepcionalmente desencadeadas em uso de recursos locais e padrões de gestão que efetivamente lidam com a escassez.


Fonte: Environmental Research Letters 11 (12): 125010
Artigo original aqui
https://goo.gl/tsd5ej


Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

.
Aproveite e veja outras publicações!
Confira as mais lidas na barra lateral.
Para enviar material clique em publique no menu superior.



Licenciado sob Creative Commons License Creative Commons Attribution 4.0 International License.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top