Questões de provas para Procurador Municipal. Ano: 2016 Órgão: Pref. Presidente Prudente/SP Instituição: VUNESP Nível: Superior

QUESTÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO – CONCURSO DE PROCURADOR MUNICIPAL - VUNESP

Estudando
by Pixabay

Direito Administrativo



35. 
Pessoa jurídica de direito público, instituída para desempenhar atividades administrativas sob regime de direito público, criada por lei que determina o grau de sua autonomia
em face da Administração direta. O enunciado corresponde à definição de
(A) sociedade de economia mista.
(B) organização social.
(C) autarquia.
(D) concessionária de serviço público.
(E) empresa pública.

36. Ao Estado caberá, nos termos da Lei nc  6.766/79, disciplinar a aprovação pelo Município de loteamentos e desmembramentos,
(A) quando o loteamento abranger área superior a 1.000 m².
(B) quando localizados em áreas de interesse especial, assim definidas no Plano Diretor, tais como as de proteção aos mananciais ou ao patrimônio cultural, histórico, paisagístico e arqueológico.
(C) quando o loteamento ou desmembramento localizar--se em área limítrofe do Estado, ou que pertença a mais de um município, nas regiões metropolitanas ou em aglomerações  urbanas, definidas no Plano Diretor.
(D) quando localizados em áreas de interesse especial, tais como as de proteção aos mananciais ou ao patrimônio cultural, histórico, paisagístico e arqueológico, assim definidas por legislação estadual ou federal.
(E) quando o loteamento ou desmembramento abranger área superior a 1.000 m² e localizar-se em área limítrofe do município, ou que pertença a mais de um município, nas regiões metropolitanas ou em aglomerações urbanas, definidas em lei estadual ou federal.

37. Para execução da política urbana, nos termos da Lei no  10.257/2001, pode ser utilizado o seguinte instrumento:
(A) o direito de superfície por meio do qual o proprietário urbano poderá conceder a outrem o direito de superfície do seu terreno, que abrange o direito de utilizar o solo, o subsolo ou o espaço aéreo relativo ao terreno, na forma estabelecida no contrato respectivo, atendida a legislação urbanística.
(B) o direito de preempção que confere ao Poder Público municipal preferência para aquisição de imóvel urbano objeto de alienação onerosa entre particulares, para destiná-los exclusivamente à execução de programas e projetos habitacionais de interesse social.
(C) a transferência do direito de construir, pela qual apenas o proprietário de imóvel urbano privado poderá ser autorizado a exercer em outro local, ou alienar, mediante escritura pública, o direito de construir previsto no plano diretor ou em legislação urbanística dele decorrente.
(D) a outorga onerosa do direito de construir, pela qual o direito de construir poderá ser exercido acima do coeficiente de aproveitamento básico adotado, sem imposição de limites, desde que seja prestada contrapartida pelo beneficiário.
(E) a usucapião especial de imóvel urba no pela qualaquele que possuir como sua área ou edificação urbana de até duzentos e cinquenta metros quadrados, por dois anos, ininterruptamente e sem oposição, utilizando-a para sua moradia ou de sua família, adquirir-lhe-á o domínio, desde que não seja proprietário de outro imóvel urbano ou rural.


38. A Municipalidade de Presidente Prudente poderá adquirir bens produzidos ou serviços prestados por entidade que integre a Administração Pública e que tenha sido criada para esse fim específico em data anterior à vigência da Lei no  8.666/93,
(A) por inexigibilidade de licitação, desde que o preço contratado seja compatível com o praticado no mercado.
(B) com dispensa de procedimento licitatório, desde que o preço contratado seja compatível com o praticado no mercado.
(C) por inexigibilidade de licitação em função de expressa previsão legal, independentemente da compatibilidade de preços com o mercado, tendo em vista que o Município também tem participação nos lucros.
(D) com dispensa de procedimento licitatório, independentemente da compatibilidade de preços com o mercado, tendo em vista que o Município também tem participação nos lucros.
(E) após procedimento licitatório, desde que a entidade se disponha a oferecer preço inferior a 5% (cinco por cento) daquele ofertado pelo primeiro classificado.

39. Nas licitações de obras e serviços de engenharia, no âmbito do Diferenciado de Contratações – RDC, poderá ser utilizada a contratação integrada,
(A) desde que técnica e economicamente justificada e cujo objeto envolva exclusivamente a possibilidade de execução com tecnologias de domínio restrito no mercado.
(B) que compreende a elaboração e o desenvolvimento dos projetos básico e executivo, a execução de obras e serviços de engenharia, a montagem, a realização de testes, a pré-operação e todas as demais operações necessárias e suficientes para a entrega final do objeto.
(C) que não admite a celebração de termos aditivos aos contratos firmados, tendo em vista que o risco de eventual desequilíbrio econômico-financeiro é sempre assumido pelo contratado.
(D) sendo vedada a participação direta ou indireta da pessoa jurídica que participar de consórcio responsável pela elaboração do projeto básico ou executivo correspondente.
(E) exceto se houver possibilidade de execução com diferentes metodologias ou o objeto envolver inovação tecnológica.

40. O sancionamento por improbidade administrativa, previsto na Lei no  8.429/1992,
(A) não depende da intervenção do Poder Judiciário, devendo ser observada a independência de instâncias.
(B) independe da demonstração de culpa pela prática de atos que causam prejuízo ao erário.
(C) depende da aprovação ou rejeição das contas pelo órgão de controle interno ou pelo Tribunal ou Conselho de Contas.
(D) depende sempre da efetiva ocorrência de dano ao patrimônio público.
(E) pode ser imposto àquele que, mesmo não sendo agente público, induza ou concorra para a prática do ato de improbidade ou dele se beneficie sob qualquer forma direta ou indireta.


Gabarito

35 - C 36 - D 37 - A 38 - B 39 - B 40 – E


Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

.
Aproveite e veja outras publicações!
Confira as mais lidas na barra lateral.
Para enviar material clique em publique no menu superior.



Licenciado sob Creative Commons License Creative Commons Attribution 4.0 International License.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top